Número geral
(+351) 214 329 410

Localização
Morada e direções

Perturbação Bipolar

A Perturbação Bipolar (PB) é uma doença psiquiátrica grave, de base genética, com uma prevalência que poderá chegar aos 6% da população geral, de acordo com os mais recentes estudos epidemiológicos. Caracteriza-se por períodos recorrentes de euforia que alternam com períodos depressivos, podendo inclusive coexistir ambos os estados de humor. Tem duas vertentes: a PB tipo 1 e a PB tipo 2, consoante existam períodos de maior ou menor euforia. Embora os períodos de depressão sejam os mais frequentes, são os períodos de euforia que melhor caracterizam a doença e aqueles que mais habitualmente necessitam de intervenção em regime de internamento. Apesar da disfunção e perda de qualidade de vida que pode originar, esta doença pode ser controlada e os doentes podem beneficiar de uma vida em tudo próxima da população geral. Os períodos de mania e hipomania caracterizam-se por grande agitação física e psíquica, comportamentos de risco, diminuição da necessidade de dormir e falta de consciência para o próprio estado. Necessitam de tratamento agudo e de tratamento de manutenção, bem como de uma avaliação rigorosa. Propomo-nos, através de um protocolo elaborado com base nas mais recentes orientações terapêuticas internacionais, a tratar os episódios maníacos e hipomaníacos, em regime de internamento, com avaliações periódicas e objetivas, e a manter a estabilização futura do doente em regime de consulta de ambulatório.

Perturbação Bipolar

 


INTERNAMENTO

O tratamento funciona de acordo com três áreas de intervenção:

1. Área médica atribuída ao Dr. Daniel Barrocas e à Dra. Inês Chendo, que se ocupam da avaliação clínica e do tratamento medicamentoso. Entre os pontos fulcrais de observação e avaliação, o utente será também observado, sempre que este sinta necessidade, ou caso surja alguma situação que assim o justifique.
2. Área de enfermagem, com uma equipa de serviço 24 horas por dia.
3. Área Psicossocial, atribuída à Psicóloga Clínica, Dra. Raquel Baltazar encarregue de prestar informação sobre a doença. .

CONSULTA EXTERNA

  • Consultas Subsequentes com periodicidade de 6 semanas;
  • Sempre que necessário, esta periodicidade poderá ser alterada.